Alguns casais costumam compartilhar tudo, até mesmo as dívidas. É muito comum esperar que o chefe de família arque com todas as despesas do lar, mas em pleno século 21 isso não é mais uma regra.

Muitos casais hoje em dia estão dividindo tudo, até mesmo as despesas do lar. Mas isso precisa ser feito da melhor maneira possível para não causar divisão entre o casal.

Quer saber como dividir as despesas do lar com seu marido? Então confira algumas dicas que daremos agora neste artigo.

Estabelecendo o orçamento

Se você e seu marido trabalham, precisam estabelecer um orçamento para cobrir as despesas. Mas como isso funciona?

Funciona assim, vocês vão fazer uma planilha com todos os gastos e despesas do lar, além de incluir o valor para lazer. Depois vocês vão somar esse valor e dividir entre vocês essa conta. Dessa forma, os dois vão arcar com as despesas sem que uma das partes pague mais que a outra.

Ou vocês também podem chegar em um acordo e sair estipulando quem paga determinada dívida. Mas quando só um dos cônjuges trabalha? E agora?

Bem nesse caso, é necessário que o que recebe salário assuma a maior parte das despesas do lar.  

Gastos com cartão de crédito

Os gastos com cartão de crédito costumam trazer muitos problemas entre casais. A maioria das vezes são dívidas que foram feitas sem que o outro soubesse ou concordasse e na hora de pagar a conta a confusão é certa.

Os gastos com cartão precisam ser combinados entre casal, para evitar desavenças. Se apenas o marido trabalha, o interessante seria ter um cartão que não cobrasse taxas e anuidades, para ajudar nas despesas.

O melhor cartão de crédito para isso será sempre aqueles de contas digitais. Você pode escolher um deles juntamente com seu esposo.

Gastos pessoais

Os gastos pessoais são aqueles que em nada tem a ver com as despesas do lar. Por exemplo, tem maridos que saem para tomar uma cerveja com um amigo e tem esposas que saem para passear com as amigas.

Quando essa conta chegar, cada um deverá se comprometer em pagar os seus gastos pessoais. Agora quando somente um trabalha, tudo, até mesmo isso, precisa ser acordado.  

Gostos com filhos

Agora se o casal tem filhos, neste caso a conversa é outra. É claro que os pais vão continuar dividindo as despesas do lar, mas em alguns casos sempre sobra para quem ganha mais. Por isso, tente entrar em acordo com o seu cônjuge.

No caso de quem só tem o marido como provedor, essa conta recai toda sobre ele, mas a esposa pode fazer alguma coisa para gerar renda e dividir as despesas do filho com o esposo.  

Gastos com animais de estimação

E se o casal tiver um animal de estimação? Para quem fica a despesa? Fica para o casal em conjunto.

O casal precisa arcar com despesas de veterinário, alimentação, remédio, banho e tosa, e muito mais. Tudo precisa ser dividido. Mas se o animal pertence a apenas um dos cônjuges, ele precisa assumir a dívida.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *