Muitas mulheres não sabem, mas é de extrema importância fazer um acompanhamento ginecológico regular para evitar e tratar problemas íntimos.

Para saber mais sobre o quanto é essencial não deixar de ir ao ginecologista e quais problemas podem ser tratados e evitados, continue lendo a seguir.

Por que é importante ir todo ano ao ginecologista?

Ao realizar acompanhamento ginecológico regularmente, você estará utilizando da prevenção para uma melhora da sua saúde.

Algumas doenças e/ou problemas que acontecem nas partes íntimas, por muitas vezes não apresentam sinais claros e apenas o ginecologista, com exames e uma avaliação completa, saberá identificá-los e indicar o melhor tratamento, como uso de anticoncepcional e cirurgia laparoscópica, por exemplo. 

Vale destacar que doenças íntimas ou sexualmente transmissíveis possuem uma chance muito maior de cura quando descobertas precocemente. e as principais doenças a serem observadas, são:

  • Endometriose;
  • Mioma uterino;
  • Sífilis;
  • Gonorreia;
  • Vulvovaginite;
  • Síndrome do ovários policístico (SOP);
  • Doença inflamatória pélvica.
  • Além disso, ao visitar o ginecologista, você também estará assegurando melhoria nas situações a seguir.

Minimiza os efeitos da TPM

A tensão pré-menstrual, conhecida popularmente como TPM, não é algo fictício como muitos acham e pode ser um pesadelo para algumas mulheres, principalmente porque além de afetar o humor, pode contribuir para dores físicas.

Alguns sintomas comuns da TPM são: 

  • Dores nas mama, nos músculos ou pélvis;
  • Letargia;
  • Alterações do apetite;
  • Fadiga;
  • Fome excessiva ou perda de apetite;
  • Constipação;
  • Retenção de líquido ou quantidades excessivas de gases;
  • Desesperança, ansiedade ou descontentamento geral.

O ginecologista pode passar o melhor tratamento para aliviar os sintomas incômodos da TPM. Em casos mais graves, quando a tensão afeta a rotina da mulher como um todo, será necessária a utilização de medicamentos que só podem ser prescritos por profissionais ginecologistas.

Esclarece dúvidas sobre relação sexual

Extremamente essencial, principalmente para as jovens e adolescentes, o ginecologista é o profissional a ser procurado quando as primeiras dúvidas sobre relação sexual começam a surgir.

O profissional poderá indicar o melhor contraceptivo, ensinar sobre como doenças sexuais podem ser transmitidas, entre várias questões.

Essa parte é crucial para ajudar a mulher a conhecer o seu próprio corpo. Por isso, ao se consultar com um profissional de confiança, deixe os constrangimentos de lado e sane todas as suas dúvidas acerca do tema.

Quando a menstruação está atrasada

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, a menstruação não atrasa apenas como um indicativo de gravidez.

Esse atraso também pode indicar problemas no sistema reprodutor, como ovários policísticos ou endometriose.

Quando há dor na relação sexual

Se mesmo tendo uma vida sexual ativa as dores inoportunas aparecerem durante a relação sexual, o seu médico precisa ser avisado. 

Esses sintomas podem ser resultados de uma falta de lubrificação da vagina e até mesmo infecções vaginais.

Quando há dor na hora de urinar

Sentir dor na hora de urinar não é algo normal. A principal causa pode ser a infecção urinária, que pode gerar complicações nos rins, na bexiga e na uretra.

Quando há secreção ou odor forte

Se em algum momento você identificar que seu corrimento não está na textura ou do cheiro que deve ser e as secreções forem amareladas ou até mesmo com um forte odor, é preciso procurar um profissional urgentemente. 

Em sua grande maioria, esse tipo de corrimento indica infecções como vaginose bacteriana, gonorreia, clamídia e tricomoníase, que devem ser tratadas por meio de medicação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *